Grupos de risco Covid-19

As pessoas com mais risco

Quais são os grupos de risco para a COVID-19?

Os grupos de risco são as pessoas com:

  • idade avançada (70 anos ou mais)
  • doenças crónicas pré-existentes como:
    • doenças cardiovasculares
    • diabetes
    • doença crónica respiratória
    • hipertensão
    • doença oncológica
  • sistema imunitário comprometido

Tenho mais de 70 anos. Posso sair de casa?

Faz parte do grupo de risco, por isso só pode sair para fazer coisas muito específicas. A indicação é para fazer isolamento obrigatório na sua residência e só pode sair em circunstâncias muito excecionais, como por exemplo:

  • ir ao banco
  • ir aos correios (pode ir receber a sua reforma, sem problema)
  • ir comprar alguma coisa essencial
  • ir ao centro de saúde
  • para um pequeno passeio
  • passear o seu animal de companhia

Contudo, a indicação é para evitar saídas, por isso peça ajuda aos seus familiares ou vizinhos.

Tenho diabetes. Posso sair de casa?

Deve evitar sair de casa, uma vez que as pessoas com diabetes fazem parte do grupo de risco. Todas as pessoas com o sistema imunitário enfraquecido e portador de doenças crónicas têm maior dificuldade em enfrentar a doença. Deve por isso ter atenção redobrada às medidas de prevenção e evitar sair de casa a não ser para situações de extrema necessidade.

Qual o risco para quem tem doenças autoimunes e toma imunossupressores?

É difícil definir com exatidão qual o grau de risco para estas situações, mas é assumido que, à semelhança do que acontece com outras infeções, os tratamentos com imunossupressores aumentam o risco de doença mais grave. No entanto, a não toma destas terapêuticas pode trazer um risco para a saúde do doente ainda maior que o potencial risco do COVID-19. Por isso, cada caso terá de ser individualizado e sempre discutido com o médico assistente.

Vivo com uma pessoa que pertence a um grupo de risco. Devo ficar em casa ou posso continuar a trabalhar?

A indicação do Governo é o recurso ao teletrabalho sempre que seja possível. Caso não seja possível, deverá adotar todas as recomendações das autoridades de saúde quando sai de casa e quando regressa, como a lavagem das mãos e a lavagem da roupa utilizada.

Estou grávida, pertenço ao grupo de risco?

Não. Apesar de o número de casos de infeção COVID-19 em grávidas não ser elevado, devemos assumir que o risco é o mesmo da população geral. Esta é a conclusão do Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica (NEMO) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), pelo que recomenda que as grávidas devem cumprir as medidas de redução de contágio como o isolamento social e a etiqueta respiratória.

FonteDGS