PRÓTESES DENTÁRIAS

A Prostodontia é a área da Medicina Dentária que permite a devolução de dentes perdidos restituindo a função e a estética. (vulgarmente conhecidas como dentaduras, próteses dentárias , placas dentárias ou dentes postiços), podendo conferir ao paciente um sorriso perfeito e  uma melhoria significativa, ou mesmo total, em funções fonéticas (fala), de mastigação e de digestão.

Próteses Dentárias removíveis, o que são?

As próteses dentárias removíveis são aquelas que se podem tirar da boca e voltar a colocar, apoiando-se diretamente na gengiva (próteses dentárias totais) e, em alguns casos, nos dentes naturais existentes ou em implantes (próteses dentárias parciais). Uma das soluções de reabilitação mais tradicionais são as próteses removíveis acrílicas, normalmente designadas por “placas”, que funcionam através de um sistema de vácuo no céu-da-boca, para assegurar a sua retenção na boca do paciente.

A outra solução são as próteses removíveis esqueléticas, que funcionam através de pequenos ganchos que se apoiam nos dentes do paciente e garantem a retenção da prótese.

Estas soluções artificiais pretendem conferir ao paciente um sorriso perfeito e também uma melhoria significativa, ou mesmo total, em funções fonéticas (fala), de mastigação e consequentemente de digestão.

Quais as vantagens das próteses dentárias removíveis?

  • É de simples colocação;
  • Pode ser apenas uma solução temporária;
  • É mais económica.

Que cuidados de limpeza são recomendados para prótese removível?

Mantenha os cuidados de higiene habituais e adicionalmente coloque a prótese dentro de água e utilize pastilhas efervescentes específicas para a sua higienização e desinfeção, assim evita que a resina acrílica das próteses fique manchada por café, fumo de tabaco e acumulação de resíduos.

Prótese semifixa, o que é?

As próteses semifixas são as sobredentaduras, e estas opções continuam a ser uma prótese removível, mas já um pouco mais fixa, ou seja, são próteses removíveis estabilizadas.

Normalmente, estas próteses são aplicadas sobre os chamados “locators”, que, no fundo, são apenas dois implantes na parte da frente (se for na arcada inferior), ou quatro (se for na arcada superior), e são usados para estabilizar a prótese e dar um maior grau de conforto ao paciente.

Nesta opção, são colocadas peças na prótese que depois se encaixam como se fossem uma mola nas peças que estão aparafusadas nos implantes.

Prótese fixa, o que é?

Consiste na substituição da parte visível de um ou mais dentes através de dentes artificiais, sendo a prótese colocada sobre um dente ou implante, para que o paciente não consiga removê-la e assemelha-se o máximo possível a um dente natural.

Mas que tipos de prótese fixa pode encontrar?

Coroa: a colocação de uma prótese dentária fixa não requer a ausência total do dente, podendo ser colocada num dente muito deteriorado ou impossível de restaurar pelo método tradicional. Neste caso, designa-se por coroa.

Ponte: sempre que existe um espaço sem dente, os adjacentes podem servir de pilares para a colocação de uma ponte. Assim sendo, uma ponte é uma estrutura com um ou mais dentes, cimentada sobre os dentes naturais adjacentes ao espaço sem dente.

Faceta: quando apenas é necessário revestir um dente danificado, geralmente, por uma questão estética, recorre-se à chamada faceta. Trata-se de uma capa que reveste a porção do dente danificada ou que o paciente pretende melhorar esteticamente. Geralmente é realizada em cerâmica.

Prótese adesiva ou ponte de Maryland: se existe falha de apenas um dente, pode utilizar-se a prótese adesiva. Falamos de um dente postiço que é cimentado por trás dos dentes adjacentes. No caso das pontes Maryland , com a evolução das cerâmicas e das técnicas de adesão dentária são cada vez mais uma opção minimamente invasiva,  pois evitam o desgaste do dente adjacente, com grande previsibilidade e estética.

Prótese fixa – Quando pode recorrer a este tratamento ?

  • O número de dentes em falta é reduzido;
  • Precisa de proteger um dente fraturado ou desvitalizado;
  • Quer cobrir um dente com alterações na cor e/ou forma;
  • Deseja aumentar o suporte de uma prótese removível esquelética.

Prótese fixa – Cuidados de limpeza recomendados?

Com o cuidado adequado e consultas frequentes (pelo menos uma vez por ano) as suas próteses serão parte saudável e natural da sua vida.

Os cuidados a ter com a prótese dentária fixa não diferem muito dos cuidados habituais, ou seja, deve escovar os dentes e complementar a higiene com fio dentário e elixir.

Se a sua prótese é uma ponte, é aconselhável utilizar um “passa-fios” (pode encontrar este acessório normalmente em farmácias), que permite a passagem do fio dentário sob a ponte.

Também os irrigadores orais são aparelhos eficazes na remoção de detritos acumulados sob a prótese dentária.

Gostaria de saber mais novidades? Ligue-se à nossa página no Facebook e clique no Gosto.